Neblina, Nevoeiro ou Cerração, qual deles eu costumo encontrar na estrada?


Na verdade todos são a mesma coisa em situações diferentes, pois a Cerração é a nuvem pesada que costuma estacionar em Serras e recebeu o nome popular, mas não deixa de ser uma Neblina ou um Nevoeiro, que ficou estacionado em determinado ponto e aguarda o aquecimento do tempo ou o vento para ser dissipado.

Além disso, cerração é mais comum em cidades de altitude elevada, tais como serras. Já a névoa ocorre mais em Metrópoles quando a junção: nuvem baixa+suspensão de partículas de sujeira faz com que a visibilidade seja diminuída.

Com a proximidade das férias escolares do meio do ano, a quedas nas temperatura, temos a obrigação de trazer a todos um informação que pode contribuir muito para a dirigibilidade segura nas estradas e indicar alguns procedimentos que possibilite evitar acidentes, para isso vamos começar a diferenciar os processos climáticos:

A neblina diminui a visibilidade e exige mais atenção em vias e estradas

A neblina diminui a visibilidade e exige mais atenção em vias e estradas

Neblina – ou Nevoeiro – é, basicamente, a formação de nuvens em proximidade com o solo por intermédio da condensação da água presente na atmosfera em forma de umidade. Por definição, só pode ser considerada neblina quando a visibilidade horizontal é prejudicada em uma distância de até 1000 metros.

Sabemos que a condensação (ou liquefação) é a transformação da matéria do estado gasoso para o estado líquido. Portanto, podemos concluir que a neblina se forma quando a temperatura do ar é baixa o suficiente para tornar líquido o vapor d’água. Para isso acontecer, claro, é necessário que o ambiente esteja muito úmido, ou seja, com uma grande quantidade de gotículas de água suspensas no ar.

Esse fenômeno costuma ocorrer em regiões serranas, onde a altitude atua na redução das temperaturas e na interceptação das massas de ar úmido advindas de outras localidades. Portanto, nos horários mais frios do dia, fatalmente se formam os nevoeiros nessas regiões.

Exemplo de neblina na área de uma serra

Outros pontos onde a neblina ocorre são em zonas próximas a cursos d’água, como rios e, principalmente, lagos. Durante o dia, eles emitem uma grande quantidade de umidade em forma de vapor, que se condensa durante a noite ou na madrugada, formando as neblinas mais densas durante as manhãs.

Exemplo de um nevoeiro formando-se próximo a um lago

Quando a neblina ou nevoeiro ocorre sem uma grande obstrução da visão ou quando a visibilidade é prejudicada em uma distância maior que 1000 metros, os meteorologistas chamam de névoa, ou seja, a diferença entre névoa e neblina está na distância do campo de visão afetado e na intensidade em que o fenômeno ocorre.

Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia

 

Dicas para um transito seguro, você deve acionar como a lei já prevê os faróis em qualquer horário do dia, e evitar a utilização de faróis altos, afinal a intensidade da luz pode ser refletida mais intensamente com a densidade da névoa em razão das partículas que estão muito próximas e diminuir o alcance da sua visão, fato que pode ser verificado no vídeo a seguir:

 

 

 

 

Fonte: brasilescola.uol.com.br


Nenhum comentário



Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Quem Somos

Somos um grupo, preocupados com a disseminação das melhores informações que possam vir a contribuir no seu cotidiano, bem como auxiliar na resolução de dúvidas e ou problemas que possam surgir em assuntos diversos, e ainda suprir a ânsia pelo conhecimento!

Leia Mais