Parasitas assassinos – MOSCA DO BERNE!


Parasitas assassinos são os responsáveis por vários casos clínicos graves que muitas vezes não são considerados pela medicina humana e podem até não serem detectados com a urgência que necessitam.

As doenças parasitárias podem gerar epidemias e causam muitos danos à saúde, podendo até levar à morte em alguns casos se não for tratada em tempo.

Aqui, vamos apresentar o primeiro caso da nossa lista que com certeza irá despertar nas pessoas, o interesse pelo assunto:

em  HUMANOS

larva da mosca pode se alojar em ferimentos na pele, causando coceira e outros sinais do problema. Para saber quando procurar tratamento médico é preciso saber identificar quais os:.

 

SINAIS e SINTOMAS

Humanos também podem propiciar o desenvolvimento do berne, a larva da mosca varejeira que entra por debaixo da pele para depositar os seus ovos. O local é apropriado ao seu desenvolvimento, uma vez que ela se alimenta da carne do indivíduo.

                            

É comum  que as moscas tentem sentar em ferimentos e depositar seus ovos, e quando feito esse primeiro passo, a larva acessa o tecido sub cutâneo e lá passa a se alimentar e desenvolver. Por isso, é de extrema importância a higienização, e assepsia do local e imediações com uma boa margem de segurança, com objetivo e inibir a permanência de ovos da mosca, próximo da porta de entrada da ferida, é bom que lembremos tratar-se a pele de um escudo protetor contra os invasores.os  machucados devem ser mantidos bem limpos e tapados quando preciso ou necessário em razão do ambiente.

A entrada da larva, provoca muita coceira no local, uma primeira resposta do sistema imune:

Entre os sintomas de berne em humanos está uma ou mais lesões nodulares e avermelhadas, com um orifício no meio. Do pequeno buraco sai pus com sangue e/ou amarelado, sendo que ele pode aparecer em diferentes partes do corpo.

                    

Além de coceira e inchaço, outro dos sinais do problema é a dor, como se fossem fisgadas/ferroadas. É possível perceber que periodicamente o berne sai do buraco para respirar. Quando não retirada, a larva pode demorar até 60 dias para sair do local.

Assim que os sintomas aparecerem é importante que o humano com berne procure atendimento médico para evitar uma infecção bacteriana. Os sinais do problema surgem poucos dias depois da infecção pela larva da mosca varejeira.

Tratamento de berne em humanos

 

Buscar ajuda médica é a melhor forma de resolver o quanto antes o problema, uma vez que o berne deve ser retirado com uma pinça, com os cuidados adequados, também se faz necessária, uma busca para que todos os bernes sejam removidos..

Caso isso não seja feito, os sintomas podem se agravar.

As complicações possíveis são linfangite:

  • Inflamação dos vasos linfáticos, e mais raramente tétano.

Quando não se consegue observar a larva, o tratamento de berne em humanos consiste no uso de medicamentos antiparasitários, como a Ivermectina, para matar a larva. Outra forma de resolver o problema é com uma pequena cirurgia, a fim de possibilitar a retirada do parasita.

O quadro também é chamado de miíase primária. Quando a miíase é secundária leva o nome popular de bicheira, nesse caso, não se desenvolve apenas uma larva, como o berne, mas sim, vários e até centenas deles, a evolução do quadro individual para uma colônia, não demora tanto, mas a complexidade é muito maior e arriscada.

Essa enfermidade pode afetar também animais domésticos e de criação, e estaremos comentando em breve os cuidados e tratamentos.


Nenhum comentário



Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Quem Somos

Somos um grupo, preocupados com a disseminação das melhores informações que possam vir a contribuir no seu cotidiano, bem como auxiliar na resolução de dúvidas e ou problemas que possam surgir em assuntos diversos, e ainda suprir a ânsia pelo conhecimento!

Leia Mais